Ars Anji

 



Escrito por Rondineli às 16h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sociedade entre iguais

Para associar-se como ser humano igual a outro, atendendo a valores expressos em postagem anterior em forma de constituição, por favor deixe seu recado.

 



Escrito por Rondineli às 18h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O erro de Deus - God's mistake.

E se o número de hojes de sua vida fosse no fim uma resultante de bons ontens com maus ontens? O amanhã estaria sempre equilibrado, na iminência de se romper e quando o número de maus ultrapassasse o número de bons, a gente morreria, pois teria demonstrando aos ontens, que começaram por um mau ato de Deus, separar d'Ele Seus filhos não deixa de ser um ato de desamor ao filho, por mais que digamos que não, e que nós corrigimos, e daí para a frente só o que fazemos é errarmos porque não entendemos porque nos deixou aqui sozinhos. Então, se Deus faz filhos humanos, à Sua imagem e Semelhança, humano também Ele e errou. Eu acho. Se não fosse Deus, existiria eu? Penso que não. Então ... me chame de reclamão, emburrado, mas ... tenho esse direito, o de pensar e dizer o que quiser. Quem se afastou de mim foi Ele e não eu d'Ele.

What if the number of today's lifes were the end result of a good and a bad yesterday yesterdays? Tomorrow will always be balanced on the verge of break and when the number of evil exceed the number of good, we die, it would have to demonstrate to the yesterdays, which began with a bad act of God, separating Him His children, for more we say no, it has to be an act of no love for His sons, and we corrected that, and then on only what we do is we miss because we do not understand why we were left here alone. So if God makes human children, in His image and likeness, human, and He also missed. I think. If not God, I exist? I think not. So ... call me whiny, sullen, but ... I have this right, to think and say what you want. Who walked away from me It was not me but Him.



Escrito por Rondineli às 03h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Reencarnação

<object width="425" height="344"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/3MlSR4WGs6M&hl=pt-br&fs=1&"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/3MlSR4WGs6M&hl=pt-br&fs=1&" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="425" height="344"></embed></object>



Escrito por Rondineli às 19h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Second alteration of the declaration of rights

 

Citizen declaration of rights.
 
Are individual rights of the  citizen, the human person:
 
Faith, peace, life, ground and its fruits, ideas, truth and respect.
 
Defines the philosophy of duties:
 
All citizen is egual to other before the law.
 
First law: it is forbiden to forbide and it is from now revogued.
 
Second law: in case of doubt, valid is the opinion of the most convincent.
Unique article: whoever has more friends is more convincent.
 
Third law: valorates life.
First article: the human been has primacy over the others.
Unique paragraph: natural interventions and divine's have primacy over all beens.
Second article: every living been has the right to live.
Unique paragraph: everything that gives life has life.
 
 
Fourth law: every citizen has the duty of shelter, in alberg regim, to other.
 
Fifth law: hell does not prevail.
Ars Anji, may 27, 2009
Here stated invalidity on the previous constitution, in this favour, more comprehensive.


Segunda alteração Ars Anji

Declaração de direitos de cidadã.    

            São direitos individuais da cidadã, a pessoa humana:

 

            A fé, a paz, a vida, a terra e seus frutos, as idéias, a verdade e o respeito.

 

            Define a filosofia dos deveres:

 

            Toda cidadã é igual a outra perante a lei.

 

            Lei primeira: é proibido proibir e fica desde já revogada.

 

            Lei segunda: em caso de dúvida, vale a opinião do mais convincente.

                         Artigo único: quem tem mais amigos é mais convincente.

 

            Lei terceira: valoriza-se a vida.

 

                        Artigo primeiro: o ser humano tem primazia sobre os demais.

                             Parágrafo único: intervenções naturais e divinas têm primazia sobre todos os  seres.

                        Artigo segundo: todo ser vivo tem direito à vida.

                             Parágrafo único: tudo o que dá vida tem vida.

 

            Lei quarta: toda cidadã tem o dever de abrigar, em regime de albergue, a outra.

 

            Lei quinta: o inferno não prevalece.

Ars Anji, 27 de maio de 2009

Declara-se a invalidade da constituição anterior, em favor desta, mais abrangente.

 



Escrito por Rondineli às 00h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Primeira alteração Ars Anji

Declaração de direitos de cidadã.    

 

            Esse é o meu país, os estrangeiros são convidados e os brasileiros bem-vindos. Nele reina, mas não impera, a paz; luta-se por respeito e ensina-se a igual fraternidade entre as pessoas. Meu país sou eu, e nele todos de quem já ouvi falar, imigrados.

 

            Nasci em um casarão de Muzambinho, Minas Gerais, e fui registrado propriedade do Brasil. Conhecendo do mundo gente de todas as raças, revoltei-me. O mundo não é nada disso do que se diz. Não é redondo, nunca foi cercado de cachoeiras e nem mesmo é um globo girante ou um átomo ou uma célula como mesmo eu disse tempos atrás. Aprendi, e sei agora que fui enganado durante toda minha vida, ser o maior sábio o que nada sabia. O maior sábio é o que tudo sabe e costuma responder por diversos nomes, entre eles Deus. O mundo é pura luz, suja – por nós! – mas pura.

 

            Declarei então minha independência. No meu país reino eu. Em pleno gozo de meus direitos de cidadão, declarei-me desobediente civil ao Brasil e não mais reconheci qualquer autoridade estrangeira. Para efeitos de referência, país tem que ter nome e o meu reino não é diferente, se chamava Marcos A. Rondineli e teve sua origem contra a vontade como Marcos Aurélio Rondineli de Oliveira, e foi nominado, a partir de nove de janeiro de 2006, Ars Anji. Nossa moeda: amor. Divide-se e vale muito, ao par do Real, brasileiro.

 

            São direitos individuais da cidadã, a pessoa humana:

 

            A fé, a paz, a vida, a terra e seus frutos, as idéias, a verdade e o respeito.

 

            Define a filosofia dos deveres:

 

            Toda cidadã é igual a outra perante a lei.

 

            Lei primeira: é proibido proibir e fica desde já revogada.

 

            Lei segunda: em caso de dúvida, vale a opinião do mais convincente.

            Artigo único: quem tem mais amigos é mais convincente.

 

            Lei terceira: valoriza-se a vida.

 

                        Artigo primeiro: o ser humano tem primazia sobre os demais.

                        Parágrafo único: intervenções naturais e divinas têm primazia sobre todos os  seres.

                        Artigo segundo: todo ser vivo tem direito à vida.

                        Parágrafo único: tudo o que dá vida tem vida.

 

            Lei quarta: toda cidadã tem o dever de abrigar, em regime de albergue, a outra.

 

            Lei quinta: o inferno não prevalece.

Ars Anji, 27 de maio de 2009

Declara-se a invalidade da constituição anterior, em favor desta, mais aberta a diálogos.



Escrito por Rondineli às 23h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Declaração de direitos de cidadã

Declaração de direitos de cidadã.    

 

            Esse é o meu país, os estrangeiros são convidados e os brasileiros bem-vindos. Nele reina, mas não impera, a paz; luta-se por respeito e ensina-se a igual fraternidade entre as pessoas. Meu país sou eu, e nele todos de quem já ouvi falar, imigrados.

 

            Nasci em um casarão de Muzambinho, Minas Gerais, e fui registrado propriedade do Brasil. Conhecendo do mundo gente de todas as raças, revoltei-me. O mundo não é nada disso do que se diz. Não é redondo, nunca foi cercado de cachoeiras e nem mesmo é um globo girante ou um átomo ou uma célula como mesmo eu disse tempos atrás. Aprendi, e sei agora que fui enganado durante toda minha vida, ser o maior sábio o que nada sabia. O maior sábio é o que tudo sabe e costuma responder por diversos nomes, entre eles Deus. O mundo é pura luz, suja – por nós! – mas pura.

 

            Declarei então minha independência. No meu país reino eu. Em pleno gozo de meus direitos de cidadão, declarei-me desobediente civil ao Brasil e não mais reconheci qualquer autoridade estrangeira. Para efeitos de referência, país tem que ter nome e o meu reino não é diferente, se chamava Marcos A. Rondineli e teve sua origem contra a vontade como Marcos Aurélio Rondineli de Oliveira, e nomino-o, a partir de hoje, nove de janeiro de 2006, Ars Anji. Nossa moeda: amor. Divide-se e vale muito, ao par do Real, brasileiro.

 

            São direitos individuais da cidadã, a pessoa humana:

 

            A fé, a paz, a vida, a terra e seus frutos, as idéias, a verdade e o respeito.

 

            Define a filosofia dos deveres:

 

            Toda cidadã é igual a outra perante a lei.

 

            Lei primeira: é proibido proibir e fica desde já revogada.

 

            Lei segunda: em caso de dúvida, vale a opinião do mais convincente.

 

            Lei terceira: valoriza-se a vida.

 

                        Artigo primeiro: o ser humano tem primazia sobre os demais.

                        Parágrafo único: intervenções naturais e divinas têm primazia sobre todos os  seres.

                        Artigo segundo: todo ser vivo tem direito à vida.

                        Parágrafo único: tudo o que dá vida tem vida.

 

            Lei quarta: todo cidadão tem o dever de abrigar, em regime de albergue, a outro.

 

            Lei quinta: o inferno não prevalece.



Escrito por Rondineli às 18h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




free information

/*  blog
------------------------------------------- */
#bBlog .outerPostC1,
#bBlog .outerPostC2,
#bBlog .outerPostC3,
#bBlog .outerPostC4,
#bBlog .outerPostC5,
#bBlog .outerPostCPrs {position:relative; padding: 9px 0 0; margin:0;}

#bBlog .postImgTop {width:76px; height:26px; position:absolute; top:0; left:0; z-index:20;}
#bBlog .postImgLeft {width:25px; height:41px; position:absolute; top:26px; left:0; z-index:20;}

#bBlog .postC1ImgTop {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCLinkTop.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC2ImgTop {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCEventoTop.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC3ImgTop {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCCitacaoTop.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC4ImgTop {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCAvaliacaoTop.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC5ImgTop {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCDesejoTop.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postCPrsImgTop {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCPersonTop.gif) no-repeat 0 0;}

#bBlog .postC1ImgLeft {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCLinkLeft.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC2ImgLeft {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCEventoLeft.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC3ImgLeft {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCCitacaoLeft.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC4ImgLeft {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCAvaliacaoLeft.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postC5ImgLeft {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCDesejoLeft.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlog .postCPrsImgLeft {background: transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/postCPersonLeft.gif) no-repeat 0 0;}

#bBlog .innerPostC1,
#bBlog .innerPostC2,
#bBlog .innerPostC3,
#bBlog .innerPostC4,
#bBlog .innerPostC5,
#bBlog .innerPostCPrs {border: 1px solid #666; margin: 0 0 0 11px; padding:0;}

#bBlog .postContent {border: 1px solid #fff; margin: 0; padding: 20px 5px 5px 10px;}
#bBlog .postContent p {margin:0 0 10px 15px; padding:0; font: small Arial, Verdana, sans-serif;}

/*  categorias
------------------------------------------- */

#bBlogCateg #catTitleLink h3 {background:transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/titCategLink.gif) no-repeat 5px 0;}
#bBlogCateg #catTitleEvento h3 {background:transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/titCategEvento.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlogCateg #catTitleCitacao h3 {background:transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/titCategCitacao.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlogCateg #catTitleAvaliacao h3 {background:transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/titCategAvaliacao.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlogCateg #catTitleObjDesejo h3 {background:transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/titCategDesejo.gif) no-repeat 0 0;}
#bBlogCateg #catTitleOPerson h3 {background:transparent url(http://blog.i.uol.com.br/categs/titCategPerson.gif) no-repeat 0 0;}

#bBlogCateg .catTitle {margin:10px; text-align:left; border-bottom:1px ridge #ccc;}

#bBlogCateg #catTitleH3 {margin:0 !important; padding:5px 0 10px 45px !important; line-height:30px; font:bold 18px arial, verdana, sans-serif !important;}

#bBlogCateg .postContent p {margin:0 0 15px 0; padding:0; font: small arial, verdana, sans-serif;}

#bBlogCateg .pCTitle {font-weight:bold;}
#bBlogCateg .pCTitleMod {font-weight:bold !important;}



Escrito por Rondineli às 18h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, MUZAMBINHO, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Filosofia de Ketinunkantim
  Ketinunkantim at Twitter
  Ketinunkantim at Enchanted Forest
  Marcos A. Rondineli exactly as I am
  Ketinunkantim at Youtube
  arsanji @ twitter
  Ketinunkantim no Yahoo!
Votação
  Dê uma nota para meu blog